SUSTENTABILIDADE DAS TRADIÇÕES NATIVAS

Inquietação: Como fortalecer a sustentabilidade das comunidades tradicionais, seus conhecimentos e sua forma de construir saber?

 São muitas as formas de fortalecer a sustentabilidade de uma comunidade e de suas práticas. Quais sejam os caminhos, o ponto de partida é a vontade ou a necessidade da própria comunidade. A contribuição dos participantes apontou algumas direções:

  1. É necessário abrir mais espaço para a expressão das culturas locais. Realizar encontros periódicos que incluam rituais, rezas, benzeções, contação de histórias, cantigas de rodas, danças, medicina tradicional, entre outros saberes, crenças e costumes em processo de esquecimento social. Ao fomentar as práticas tradicionais, se fortalece a construção de um vínculo social mais sólido.
  2.  É premente envolver crianças e jovens na recuperação e na transmissão dos saberes tradicionais e também investir na integração desses saberes na educação das futuras gerações.
  3.  A formação de xamãs, raizeras e outras funções sociais tradicionais deve ser validada pela sociedade e pelas políticas públicas pertinentes, pois promove a autonomia dos povos.
  4.  Faz-se relevante encontrar caminhos de sustentação econômica para as comunidades tradicionais no Brasil, base necessária à sua manutenção e autonomia. Processos e projetos de geração de renda devem ser elaborados e conduzidos de forma coletiva, embasados pelos princípios da economia solidária.
  5.  Hoje, no Brasil, muitas comunidades fragilizam-se devido à inserção do álcool e das drogas. Se houver necessidade, esse tema deve ser abordado nas diferentes iniciativas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>